...

Bilhete Único Intermunicipal

O Bilhete Único Intermunicipal é um benefício tarifário de abrangência estadual do Rio de Janeiro, regido pela Lei nº 5628/10 e demais decretos estaduais, que pode ser habilitado para utilização em qualquer* cartão RioCard ou Riocard Mais.
* Exceto Vale-Transporte Rápido e Empresarial.

Legislação regente do benefício: clique aqui.

Limite de uso diário: duas integrações por dia. Após o limite excedido, passageiros que utilizarem seu cartão de bilhetagem eletrônica pagarão o valor integral das tarifas do transporte.

 

Possibilidade de integrações

Atenção:

Caso você só utilize um transporte intermunicipal no trajeto, sem realizar integrações, também será descontada a tarifa de acordo com o valor do benefício (atualmente R$8,55).

* No VLT, é necessário um cartão por pessoa.

 

Intervalo de integrações


O uso do cartão duas vezes seguidas, na mesma linha de transporte, não caracteriza integração do Bilhete Único Intermunicipal; portanto, o cartão debitará o valor integral das duas tarifas.

 

Quem tem direito

Atenção: Por determinação da Setrans (Secretaria de Estado de Transportes), nenhum direito remuneratório e/ou indenizatório, eventual ou regular poderá ser desconsiderado para efeitos da aferição da renda mensal. Assim sendo, todos deverão ser considerados para efeitos de cálculo da renda mensal bruta auferida.

Ou seja, no momento da declaração, usuários que recebam, somados a seus salários, direitos como vale-transporte, vale-refeição, vale-alimentação e outros, terão sua renda declarada considerando a somatória de todos os valores recebidos.

 

Como adquirir

Habilitar o BUI é simples e rápido. São apenas 3 passos:

 

 Benefício suspenso

Um usuário que possui um cartão com BUI habilitado pode ter seu benefício suspenso pelos seguintes motivos:

1- CPF inativo: por determinação da Setrans (Secretaria Estadual de Transportes do Rio de Janeiro), periodicamente a Riocard Mais recebe um arquivo, oriundo da Secretaria de Fazenda com uma lista de benefícios que deverão ser suspensos por não constarem da lista de CPFs ativos.

Para habilitar novamente o benefício no seu cartão, vá a uma loja portando RG e CPF originais.

2- Regras de concessão: se o usuário estiver em desacordo com as regras descritas em “Quem tem direito”, o mesmo terá seu benefício suspenso.

3- Biometria Facial: se o usuário for identificado em desacordo com as regras da Biometria Facial, também terá seu benefício suspenso. Para saber mais sobre Biometria Facial, clique aqui.